Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

PEC que garante os repasses ao IPSM e ao IPSEMG é apresentada pelo Deputado Sargento Rodrigues

PEC que garante os repasses ao IPSM e ao IPSEMG é apresentada pelo Deputado Sargento Rodrigues

O deputado Sargento Rodrigues protocolou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 50/2018 que proíbe a retenção ou restrição do repasse de recursos para o Instituto de Previdência dos Servidores Militares de Minas Gerais (IPSM) e para o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG).

Segundo o parlamentar, a PEC é um meio de evitar atrasos no repasse de recursos para IPSM e para o IPSEMG. Além disso, a proposição proporciona maior controle da gestão das finanças públicas estaduais, especialmente dos recursos destinados aos órgãos da previdência social dos servidores públicos do Estado, e garante a efetiva aplicação dos recursos aos fins que se destinam.

No dia 5/2/2018, a Comissão de Segurança Pública da ALMG, da qual o deputado Sargento Rodrigues é presidente, visitou o IPSM, ocasião em que o Diretor-Geral do IPSM afirmou que a dívida do Estado com o instituto era de R$2.889.801.902,03, ou seja, quase 3 bilhões. Hoje, o valor não repassado pelo Governo ao IPSM, referente à contribuição patronal e dos segurados, já ultrapassa esses R$ 3 bilhões, se aplicados os juros e correções, prejudicando a assistência médica e odontológica dos cerca de 225 mil beneficiários, principalmente no interior do Estado.

“Como deputado, estou lutando com todas as armas que tenho: propus a instalação de uma CPI, mas paramos em 20 assinaturas, impedindo o andamento; impetrei ação popular em nome da classe; ocupo constantemente a tribuna da Assembleia para denunciar, cobrar e alertar a todos, além de realizar várias audiências públicas para discutir o assunto. Agora, consegui protocolar a PEC 50/2018 para garantir o repasse ao IPSM e ao IPSEMG, mas preciso do apoio e da ajuda de todos”, destacou o deputado Sargento Rodrigues.

A PEC 50/2018 segue para análise da Comissão de Constituição (CCJ) da ALMG.

GOVERNO DO PT ESTÁ ACABANDO COM O NOSSO IPSM

Desde 2015, o Governo do PT, assim que assumiu sua gestão, diminuiu drasticamente  os recursos para a segurança pública de Minas Gerais. Em relação à dívida do Estado com o IPSM, que em fevereiro deste ano era R$3 bilhões, o Governo deixou de encaminhar: R$970.306.312,07, saldo devedor do Tesouro Estadual (PROMORAR), desde março de 2015; R$1.741.973.466,04 as contribuições patronais da PMMG não repassadas, desde outubro de 2016; R$177.497.386,29 as contribuições patronais do Corpo de Bombeiros Militar não repassadas e R$24.737,63 de contribuições patronais da SEPLAG não repassadas.

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Conheça a CPO

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Policiais civis de Lavras denunciam precariedade no sistema prisional da cidade

Policiais civis de Lavras denunciam precariedade no sistema prisional da cidade Presos não estão sendo transferidos para os presídios e agu...

Pesquisar este blog

Pages - Menu