Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

Empréstimo consignado Banco do Brasil

Senhores Comandantes, Diretores e Chefes,

Constatamos que a instituição financeira Banco do Brasil S/A, no dia 23mar18, realizou operação no sistema de consignações do Estado (CONSIGWEB-MG) suspendendo as consignações facultativas em folha de pagamento de militares e servidores civis da PMMG. Tal operação diz respeito ao pagamento de mensalidades de empréstimos e financiamentos junto, exclusivamente, à instituição, que justificou a intervenção diante do atraso de repasses por parte do Estado.

Em reunião realizada com a equipe de gerentes do Banco do Brasil S/A que atende a PMMG, foi assegurado ao CAP que os mutuários (tanto da PMMG, como demais servidores públicos do Estado afetados pela operação) não perceberão qualquer prejuízo com a suspensão das consignações, considerando que os valores das parcelas de empréstimos e financiamentos, antes consignados na folha de pagamento, passarão a compor o vencimento líquido em seus demonstrativos de pagamento, sendo debitados em conta corrente. Ainda, de acordo com a gerência do Banco do Brasil S/A em Belo Horizonte, a decisão foi tomada pela diretoria da instituição e está resguardada nas Cláusula Gerais do Contrato de Abertura de Crédito acordadas com os mutuários.

Desse modo, é importante divulgar que a partir da folha de pagamento do mês de abril/2018 (que será paga em maio/2018), enquanto perdurar a suspenção das consignações, todos os militares e servidores civis que possuem empréstimos e financiamentos no Banco do Brasil S/A não terão as respectivas parcelas descontadas no demonstrativo de pagamento, com o consequente aumento do vencimento líquido. Em contrapartida, os valores serão debitados pela instituição bancária na conta corrente do mutuário.

Pela natureza da operação realizada no CONSIGEB-MG, até o momento, a margem consignável dos militares e servidores civis não será alterada em função do bloqueio temporário das consignações do Banco do Brasil S/A. Por outro lado, é esperado que o débito em conta ocorra na primeira de parcela de pagamento, da forma já efetivada nas operações de CDC Automático. O momento do desconto em conta corrente e o amparo contratual utilizado pela instituição financeira para a operação de bloqueio das consignações são objeto de consulta formal realizada pelo CAP ao Banco Brasil S/A.

Respeitosamente,

Ten Cel Piassi
Chefe do CAP

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

O Facebook excluiu meu perfil. Clique no link, e volte a me seguir

https://www.facebook.com/renata.pimenta.503

Pesquisar este blog

Pages - Menu