Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

BOLSONARO LÍDER

BOLSONARO LÍDER

Sem Lula no páreo, Bolsonaro se consolida na liderança em Minas segundo a última pesquisa que chegou à coluna. O deputado abriu frente de mais de sete pontos sobre todos os concorrentes. Isso no levantamento quantitativo. Nas citações espontâneas, ele dispara e já beira os 20%, um índice altíssimo que aponta o seguinte: um quinto dos eleitores já são bolsonaristas convictos. No retrato de hoje, a seis meses da eleição, Bolsonaro tem o pé no 2º turno; deve ser um dos eleitos em 7 de outubro. A dúvida é quem disputaria com ele; os concorrentes que vem abaixo aparecem embolados.

QUAL É O TETO

Muitos analistas acreditam que as intenções de voto em Bolsonaro têm um teto. Isso pelas dificuldades do candidato em expandir o perfil da sua base de apoio, ainda bem concentrada em eleitores homens, brancos e ricos. Na pesquisa mineira, ele tem o dobro de preferências no eleitorado masculino em relação ao feminino. Sua campanha não tem igual aceitação em todos os públicos. Mas, o seu crescimento tem sido contínuo, embora lento.

O EXTERMINADOR

Um dos fatores do sucesso de Bolsonaro é possuir uma bandeira genérica e abrangente, simbolizada por seu gesto imitando uma arma em posição de tiro, com o dedão para cima e o indicador em riste. O candidato sugere a extinção e morte de tudo o que incomoda o eleitor. Ele se apresenta como um exterminador: de corruptos e bandidos para alguns ou de privilégios e desvios para outros. Cada eleitor imagina o alvo que quer exterminar.

EUGENIA E BANDIDO

A ideia de purificação através da seleção/extinção dos maus ou mais fracos, chamada eugenia social, já conquistou muitos adeptos ao longo da historia, inclusive na Alemanha e EUA. Está na essência de vários movimentos de extrema-direita atuais. O bolsonarismo segue essa corrente ao defender que ‘bandido bom é bandido morto’, tese tipicamente eugenista com grande aceitação hoje no Brasil. O problema dessa tese é o conceito de bandido, que pode mudar conforme a pessoa. O bandido para A pode ser diferente do bandido para B. Por isso o eugenismo, embora sedutor na promessa de corte radical dos males, tem sido criticado no mundo inteiro por acirrar os conflitos e a violência. Se cada um resolver eliminar o ‘seu’ bandido.... 

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Campanha de Fernando Pimentel à reeleição sofre uma baixa

Nem começou oficialmente e a campanha pela reeleição do governador mineiro, o petista Fernando Pimentel, já sofreu uma baixa. É a do vereado...

Pesquisar este blog

Pages - Menu