Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

Polícia já tem suspeito de assassinar cabo à paisana

Militar foi rendido por dois homens, que roubaram seus pertences e o mataram

Missa de 7º dia será no domingo (14), às 19h30, na igreja São Judas

Enterro contou com honrarias militares e centenas de autoridades, amigos e familiares

PUBLICADO EM 11/01/18 - 20h20

Lisley Alvarenga

cidades@otempobetim.com.br

A Polícia Civil já tem um suspeito da morte do cabo Jorge Luiz Santos Oliveira, 42, assassinado com um tiro no tórax, na terça (9), no bairro Recreio dos Caiçaras. O nome, entretanto, não foi divulgado para não atrapalhar as investigações. A morte do PM abalou a cidade em uma semana violenta, com oito assassinatos registrados.

O sepultamento do militar, que deixa três filhos, ocorreu na tarde da última quarta-feira (10), no Cemitério Jardim Parque da Cachoeira. A despedida foi marcada por honrarias militares e ocorreu na presença de centenas de amigos, autoridades, policiais civis e militares, guardas municipais, além de familiares.

Oliveira, que era policial havia 20 anos, estava de folga e havia acabado de chegar à oficina de um amigo, localizada na rua Cinco, por volta das 20h30, quando foi surpreendido por dois homens armados.

Os suspeitos teriam se aproximado da vítima no momento em que ela usava o celular e disseram “perdeu”. A polícia ainda não se sabe se o cabo reagiu ou se ele teria sido reconhecido pelos suspeitos por ser militar. “Inicialmente, estamos trabalhando com a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte), porque, além da arma, foram roubados outros pertences da vítima, como o celular e objetos que estavam no carro”, explicou o delegado responsável pelo caso, Marco Antônio Brandão, da 1ª Delegacia da Polícia Civil de Betim.

Oliveira foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Teresópolis, mas deu entrada no local sem vida.

Bastante emocionados, amigos do militar que foram ao enterro para homenageá-lo falaram sobre a tristeza sentida. “Jorge era uma pessoa muito alegre e de bem com a vida. Gostava de um bom samba, de estar junto da família. Era um policial militar excepcional, um profissional padrão”, lamentou Ramiro de Barros, amigo pessoal da vítima.

Minientrevista

Eunice Santos de Oliveira Filha, irmã do cabo

Como era o cabo Jorge?

Uma pessoa prestativa e brincalhona. Um excelente irmão, exemplo de filho e de pai. Meu irmão adorava um pagode e tocar cavaquinho.

O que ele foi fazer na oficina?

Ele foi negociar a venda de dois cães.

O que vocês acham que ocorreu?

Para nós, ele reagiu ao assalto. O carro dele chamava muita atenção. Ele tinha paixão pelo veículo e não ia deixar ninguém levá-lo.

Ele já foi ameaçado na PM?

Que saibamos, nunca. Era uma pessoa querida por todos. Só temos a agradecer a gentileza e o apoio da polícia e dos amigos. Ficamos muito gratos pelas orações e apoio.

Como foi receber a notícia?

Um choque. Até agora a ficha não caiu. A gente pensa que ele vai ligar ou aparecer a qualquer momento.

O que vocês esperam agora?

Queremos apenas que a justiça seja feita.

 

Outros crimes

Outros sete homicídios foram registrados em Betim nesta semana. Em nenhum dos casos, houve presos.

No primeiro, na sexta (5), no Icaivera, um homem de 30 anos foi assassinado a tiros na rua Japu.
Já na madrugada de quinta (11), a PM registra uma execução no Alterosas. Um homem de cerca de 23 anos foi achado morto com disparos de arma de fogo na rua Heliotrópio, local conhecido por ser ponto de tráfico.

Cerca de quinze minutos depois, outra vítima foi achada morta com vários tiros na rua Gilson Moreira, no Conjunto Habitacional José Gomes de Castro. Outra vítima foi baleada no local e socorrida. Já no Vila Verde, os militares encontraram dois homens baleados na avenida Lingure. Eles chegaram a ser socorridos, mas não resistiram. Segundo testemunhas, um veículo Palio de cor verde passou pelo local, com três homens armados, que dispararam vários tiros.

Na quarta (10), no Bom Retiro, um homem de cerca de 35 anos foi achado morto na rua Júlio César de Freitas.

Por último, na rua Senhor do Bonfim, no bairro Teresópolis, um homem morreu após ser atingido com vários disparos de arma de fogo. 

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Pages - Menu