Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

Deputado que 'se lixa' para opinião pública pode virar ministro do Trabalho

Deputado que 'se lixa' para opinião pública pode virar ministro do Trabalho

Sérgio Moraes é um dos nomes indicados pelo PTB para ocupar a vaga deixada por Ronaldo Nogueira em dezembro

JC Juliana Cipriani

postado em 03/01/2018 08:56 / atualizado em 03/01/2018 09:15

 

Sérgio Moraes ficou conhecido por dizer que estava se lixando ao relatar caso de colega(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

Depois de desistir de nomear o deputado Pedro Fernandes (PTB/MA) para o Ministério do Trabalho, o presidente Michel Temer (PMDB) pode colocar o deputado Sérgio Moraes (PTB/RS) para o cargo. O possível indicado é aquele que ficou famoso por dizer que “se lixa” para a opinião pública ao ser relator do caso do “deputado do castelo”.

Continua depois da publicidade

Com a desistência pelo nome de Pedro Fernandes, que seria fruto de uma interferência do ex-presidente José Sarney, o PTB trabalha nos bastidores pelo nome de Sérgio Moraes. A articulação estaria sendo conduzida pelo presidente do partido, Roberto Jefferson. 

06:29 - 07/05/2009"Estou me lixando para a opinião pública", diz relator de processo10:03 - 23/07/2009Mulher do deputado que se "lixa para opinião pública" ganha R$ 18 mil22:44 - 08/03/2012Supremo inocenta deputado que "se lixa" para a opinião pública

A frase de Sérgio Moares foi dita em 2009. Na época, ele apresentou relatório no Conselho de Ética contra a cassação do deputado mineiro Edmar Moreira, ex-corregedor da Câmara que era acusado de usar recursos públicos em benefício próprio. Questionado por jornalistas, Moraes disse que os parlamentares apanham da imprensa e depois se reelegem. “Estou me lixando para a opinião pública”.

Sérgio Moraes foi também foi acusado de usar recursos públicos em benefício próprio na época em que foi prefeito de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul, mas foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal em 2012.

 O outro nome cotado pelo PTB, que deve manter a pasta, é o Pastor Josué Bengston, do Pará, que já foi denunciado pelos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva em um desmembramento da Operação Sanguessuga.O STF declarou extina a punibilidade do parlamentar.  

Continua depois da publicidade

O ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, pediu demissão no dia 27 de dezembro, dizendo que queria se dedicar à campanha pela reeleição. Ele deixou o cargo após a polêmica da portaria que afrouxava as regras de combate ao trabalho escravo. A norma foi refeita pelo Palácio do Planalto e assinada pelo ex-ministro antes de ele deixar o cargo.

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Conheça a CPO

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Cabo leva pedrada na cabeça. Ele teve traumatismo craniano, com afundamento de crânio. O militar foi encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, onde segue internado sem previsão de alta.

Gangues declaram guerra, trio é preso e PM leva pedrada em Vespasiano Cabo foi atingido por populares que se revoltaram com prisões e apree...

Pesquisar este blog

Pages - Menu