Dois homens tentaram realizar um assalto na madrugada desse sábado (13), em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital de Goiás. Segundo informações, um homem estava chegando em casa de carro com a família, quando foi surpreendido por dois indivíduos em uma bicicleta preta. Um deles estava armado com uma #faca de cortar pão e disse para vítima sair do carro e deixar tudo de valor.
O que os assaltantes não sabiam era que essa vítima se tratava de um policial militar. Ele desceu do carro e informou ao assaltante que era um policial. Assim que disse isso, um dos ladrões tentou partir pra cima do militar com a faca, na intenção de esfaqueá-lo [VIDEO].
O comparsa percebeu que o assalto estava fracassado e empreendeu fuga, deixando o parceiro para trás.
O aspirante a PM [VIDEO] pediu para o assaltante largar a faca, mas ele se negou. O policial resolveu reagir, sacou sua pistola e efetuou um único disparo, que pegou em cheio no assaltante, na parte do tórax. A família do militar que estava no carro, observou tudo. Um morador que escutou o tiro ligou para Central da Polícia Militar [VIDEO] de Goiânia e informou tudo o que estava acontecendo. Viaturas chegaram em questão de minutos para atender a ocorrência.
Quando os policiais chegaram de viatura ao local, visualizaram Wesley Guimarães de Abreu, 28 anos, agonizando de dor no chão. O policial que reagiu, informou tudo o que havia acontecido. Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou ao local e levou o #assaltante baleado para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa) em estado regular.
O assaltante já possuía algumas passagens por roubo de carros e receptação.
O militar que reagiu foi com sua família até a delegacia para prestar maiores esclarecimentos. O aspirante relatou ao delegado de plantão da Delegacia de Homicídios, Renato Oliveira, que tinha saído com a família para ir até um restaurante da região, quando foi surpreendido por dois indivíduos na garagem de sua residência. ''Como o assaltante estava com uma faca, preferi não reagir, mas como ele aparentava estar sob efeito de drogas, a ação foi necessária'', afirmou o aspirante.
A esposa do militar também relatou ao delegado que o ladrão partiu pra cima quando ouviu que a vítima era um policial militar. Em seguida, a família foi levada para casa. O delegado afirmou que o policial que reagiu não irá responder processo, pois a ação foi legítima. #aspirante reage assalto