Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

Enterrou a carreira política. Se bem que ele não precisa da tropa

Prezados oficiais, sócios e sócias do COPM.
“O homem sábio sabe quando voltar sobre as próprias pegadas”
Provérbio Celta.
No do 15, sexta-feira passada, participei de um ato público, na Pça. Sete, com varias entidades de classe e deputados, contra atos e atitudes do Governo Estadual, que nos afetam, como um todo: reposição das perdas salariais; parcelamento dos salários; IPSM; falta de equipamento e melhor treinamento para a tropa; não repasse dos empréstimos consignados já descontados, aos bancos credores, etc.
Nestes aspectos temos que ser combativos e não tergiversamos. Porém, quando oficiais, nossos companheiros de farda e nossos sócios, têm o nome colocado como se inimigos da classe o fossem e, por isso, atacados de maneira contrária à ética que professamos, não podemos concordar.
Levando os fatos à apreciação de inúmeros oficiais sócios do COPM, deles colhi as mesmas impressões.
O fato do retrato do Cel Helbert ter sido queimado junto com os retratos de outros políticos e o fato dele estar sofrendo ataques na mesma intensidade desses dirigentes políticos e, estes sim, responsáveis pela condução da gestão pública, nos deixa no mínimo desconfortáveis. Conhecemos o Cel Helbert, ao ponto de afiançarmos que ele é pessoa de bem, competente e também bem intencionado. Como Cmt Geral ele faz parte da estrutura do executivo, porém com poderes e deveres limitados ao seu cargo.
Como homem, em sua fala à imprensa, respondia às provocações e ataques pessoais. Se exagerou, neste contexto não merece sofrer as retaliações que está sofrendo, com ataques vindo de vários lados.
Na estrutura democrática do estado de direito, a PM se insere como instituição fundada na hierarquia e disciplina. Atentar contra estes pilares, em desconsiderações gratuitas contra o seu Cmt Geral, é correr o sério risco de provocar a sua ruína.
O COPM não irá se posicionar contra um seu sócio, sem que haja fundadas razões para isto.
Considerando o estado de ânimo gerado contra o Cmt Geral, decorrente de opiniões expressas em redes sociais, com as quais não podemos concordar, depois de ouvidos, como já dito, inúmeros sócios e membros da Diretoria, o COPM não mais cederá suas instalações para a realização da Assembleia convocada para as 14 horas do dia 22 de dezembro de 2017.
Coronel Piccinini - Presidente do COPM
Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Campanha de Fernando Pimentel à reeleição sofre uma baixa

Nem começou oficialmente e a campanha pela reeleição do governador mineiro, o petista Fernando Pimentel, já sofreu uma baixa. É a do vereado...

Pesquisar este blog

Pages - Menu