Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

PM divulga lista dos primeiros militares convocados para antidoping

É a primeira vez na história que todos policiais do Estado do Espírito Santos vão passar por este tipo de avaliação após terem ingressado na carreira. O exame toxicológico/antidoping, que será rotineiro, é do tipo “janela de larga detecção”, que pode identificar o uso de qualquer tipo de droga nos últimos seis meses.

A coleta do material será feita nos dias e horários já marcados, no Hospital da Polícia Militar (HPM), sendo supervisionada por, no mínimo, dois membros da Comissão de Promoção ao Posto de Coronel (coleta dos Tenentes-Coronéis) ou dois membros da Comissão de Promoção de Oficiais (coleta dos demais Oficiais e Aspirantes a Oficial). Para realizar o exame, será retirado uma amostra de 3,5 cm de cabelo no couro cabeludo. Não possuindo, deverá ter 1,5 cm de pelo nas axilas, peito, braços, pernas ou púbis.

De acordo com o comandante da PM, coronel Nylton Rodrigues, este tipo de exame é importante por ser considerado incompatível com a atividade policial o uso de qualquer tipo de droga.

Nos casos em que o resultado do exame for positivo para o uso de drogas, ou mesmo naqueles em que o policial se recusar a fazer o exame, o militar responderá a algum tipo de processo: conselho de justificação (oficiais), de disciplina (aspirante a oficial) ou a um procedimento administrativo (quem tem menos de 10 anos na corporação), que poderá resultar em demissão. "A investigação poderá concluir que, em casos de dependência química, o policial poderá ser licenciado ou aposentado. Contará ainda com o atendimento que o Hospital da Polícia Militar (HPM) oferece, o Programa Presta. Mas não voltará a exercer a sua função", destacou o comandante.

Este tipo de exame era realizado pelos policiais quando ingressavam na corporação, seja nos concursos para soldados ou naqueles destinados a formação de oficiais. A última etapa vencida por eles era este tipo de teste. "Mas as leis de promoções de praças e oficiais, aprovadas no primeiro semestre, trouxeram esta novidade. Agora, todos os que estiverem em algum quadro de acesso a promoção, até mesmo ao posto de coronel, para se tornar apto para a promoção, terá que passar pelo exame. E isto acontecerá a cada vez em que o militar tentar uma promoção, quantas vezes for necessário", explicou o coronel Nylton.

O comandante acrescentou ainda que o teste também será exigido para as ocasiões em que o militar fizer algum tipo de curso de habilitação ou aperfeiçoamento, como é o caso dos cursos de sargento e de aperfeiçoamento de oficiais. "Toda a tropa já formada, em algum momento, passará pelo teste", assinalou.
https://www.delegados.com.br/noticia/pm-divulga-lista-dos-primeiros-militares-convocados-para-antidoping

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Campanha de Fernando Pimentel à reeleição sofre uma baixa

Nem começou oficialmente e a campanha pela reeleição do governador mineiro, o petista Fernando Pimentel, já sofreu uma baixa. É a do vereado...

Pesquisar este blog

Pages - Menu