Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

ESTAVA NA FRENTE DO QUARTEL OBSERVANDO A MOVIMENTAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DA CIDADE PARA REPASSAR INFORMAÇÕES A UMA QUADRILHA ESPECIALIZADA EM EXPLOSÃO DE CAIXAS ELETRÔNICOS

GUARNIÇÃO PM DURANTE PATRULHAMENTO VISUALIZOU INDIVÍDUO COM ATITUDE SUSPEITA DEITADO FINGINDO ESTAR DORMINDO PRÓXIMO A FRENTE DO QUARTEL PM. A GUARNIÇÃO PM REALIZOU VÁRIAS INDAGAÇÕES PARA O INDIVÍDUO, O QUAL SEMPRE ENTRAVA EM CONTRADIÇÕES. APÓS AS INSISTÊNCIAS DOS POLICIAIS MILITARES EM QUEREREM SABER O MOTIVO QUE FINGIA DORMIR EM FRENTE O QUARTEL O INDIVÍDUO AGORA IDENTIFICADO COMO ALEXANDRO DE PAULA DISSE QUE ESTAVA NA FRENTE DO QUARTEL OBSERVANDO A MOVIMENTAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DA CIDADE PARA REPASSAR INFORMAÇÕES A UMA QUADRILHA ESPECIALIZADA EM EXPLOSÃO DE CAIXAS ELETRÔNICOS. NO CELULAR DO INFRATOR HAVIA MENSAGENS INFORMANDO QUE UMA VIATURA POLICIAL HAVIA DESLOCADO PARA ARAXÁ, ENQUANTO OUTRA VIATURA POLICIAL ESTAVA NA CIDADE, INFORMANDO AINDA QUE A VIATURA QUE ESTAVA NA CIDADE ERA COMPOSTA POR UM POLICIAL E UMA POLICIAL. AINDA SEGUNDO ALEXANDRO DE PAULA UMA CAMIONETE S10 PRATA (COM PLACA DE SÃO PAULO E ROUBADA) COM 06 (SEIS) INDIVÍDUOS ARMADOS COM PISTOLAS E REVOLVERES ESTAVAM ESPERANDO ELE DIZER QUE A "BARRA ESTAVA LIMPA", QUE O POLICIAMENTO ESTAVA EM UMA LOCALIDADE QUE FACILITARIA A INTENÇÃO CRIMINOSA DE EXPLODIR OS CAIXAS ELETRÔNICOS DO BANCO DO BRASIL. A GUARNIÇÃO PM APÓS CONSTATAR O INTENTO DO AUTOR DEU VOZ DE PRISÃO AO MESMO, ENTRETANTO O MESMO FOI RESISTENTE, SENDO NECESSÁRIO CONTROLE DE CONTATO E FÍSICO PARA IMOBILIZAR E ALGEMAR. EM SEGUIDA, DISSE QUE ALÉM DA S10 ERAM USADOS UM CARRO PEUGEOT PRETO E UM CORSA PRETO TODOS COM PLACA DE SÃO PAULO, E QUE OS OUTROS AUTORES ERAM DE GUARULHOS, SENDO QUE UM TINHA APELIDO DE CABEÇA, O QUAL ERA O CHEFE DA QUADRILHA E DOIS OUTROS MEMBROS ERAM CHAMADOS DE NEGUINHO E SENHORZINHO. COM AS INFORMAÇÕES FOI SOLICITADO APOIO DE POLICIAIS DE FOLGA E DE CIDADES VIZINHAS SENDO MONTADA UMA GRANDE OPERAÇÃO COM MILITARES EM VÁRIOS PONTOS ESTRATÉGICOS DA CIDADE, PRINCIPALMENTE NAS PROXIMIDADES DO BANCO DO BRASIL E NA ENTRADA DA ZELÂNDIA, TENDO EM VISTA QUE O AUTOR ALEXANDRO DE PAULA DISSE TAMBÉM, QUE OS INFRATORES ESTAVAM ESCONDIDOS EM UMA CASA NO DISTRITO CHAMADO DE "ALMEIDA CAMPOS" E QUE IRIAM ENTRAR NA CIDADE PELA ESTRADA DE TERRA QUE LEVA A ZELÂNDIA. DE POSSE DESSA INFORMAÇÃO TAMBÉM FOI DISPOSTO DOIS POLICIAIS MILITARES ESCONDIDOS NA ENTRADA DA CIDADE (ZELÂNDIA). APÓS UM CERTO LAPSO TEMPORAL, FOI VISUALIZADO ENTRANDO NA CIDADE UM CORSA PRETO COM DOIS AUTORES FERNANDO ARAÚJO COSTA (VULGO CABEÇA NOME APRESENTADO COM DOCUMENTOS POR ELE E DEPOIS DESCOBERTO TRATAR-SE NA VERDADE DE FABIO DA SILVA) E ANTÔNIO MARCONE JUSTINO DE SOUSA, OS QUAIS FORAM ABORDADOS E LOCALIZADOS COM ELES 02 RÁDIOS TRANSCEPTORES QUE FUNCIONAM NA FAIXA DA POLÍCIA MILITAR, CERTA QUANTIA EM DINHEIRO E CELULARES. CABE DESTACAR, QUE AMBOS AUTORES RESISTIRAM TENTANDO TAMBÉM EVADIR, SENDO NECESSÁRIO CONTROLE DE CONTATO E FÍSICO PARA IMOBILIZAÇÃO E ALGEMAÇÃO. O AUTOR ALEXANDRO CONFIRMOU QUE AMBOS FAZIAM PARTE DA QUADRILHA, QUE O FABIO DA SILVA VULGO CABEÇA ERA O CHEFE DA QUADRILHA, QUE O ANTÔNIO MARCONE ERA O MOTORISTA E QUE ERA COM ELES QUE CONVERSAVA INFORMANDO A MOVIMENTAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR VIA MENSAGEM. EM SEGUIDA, ENTROU NA CIDADE O PEUGEOT PRETO, SENDO ABORDADO E LOCALIZADO MAIS UM AUTOR DA QUADRILHA, O INFRATOR PAULO ANTONIO DE SOUZA SILVA, O QUAL TAMBÉM RESISTIU E TENTOU EVADIR DA POLÍCIA, SENDO NECESSÁRIO CONTROLE DE CONTATO E FÍSICO PARA IMOBILIZAÇÃO E ALGEMAÇÃO. O AUTOR ALEXANDRO DISSE QUE ELE TAMBÉM FAZIA PARTE DA QUADRILHA E QUE PAULO SERIA O SEGURANÇA DO PERÍMETRO DURANTE A AÇÃO DELITUOSO. FOI AGUARDADO POR APROXIMADAMENTE 1H30MIN A S10 PRATA ENTRAR NA CIDADE, MAS NÃO OCORREU, ASSIM FOI MONTADO UMA EQUIPE POLICIAL PARA DESLOCAR ATÉ ALMEIDA CAMPOS NA RESIDÊNCIA QUE SEGUNDO O AUTOR ALEXANDRO TODOS OS INTEGRANTES DA QUADRILHA ESTAVAM ESCONDIDOS ANTERIORMENTE AO INÍCIO DO CRIME. EM ALMEIDA CAMPOS FOI REALIZADO O ADENTRAMENTO NA RESIDÊNCIA, APENAS LOCALIZANDO DOIS CELULARES E UM INVÓLUCRO DE PLÁSTICO COM CHEIRO DE PÓLVORA, SEMELHANTE A UMA ESPOLETA, MAS OS OUTROS AUTORES NÃO SE ENCONTRAVAM MAIS NO LOCAL. TODOS OS AUTORES FORAM PRESOS EM FLAGRANTE DELITO. NO QUARTEL DURANTE O REGISTRO FOI CONSTATADO QUE OS DOCUMENTOS DO ENTÃO AUTOR FERNANDO ARAÚJO COSTA ERAM FALSOS (CNH E IDENTIDADE) E QUE NA VERDADE ELE SE CHAMAVA FABIO DA SILVA. EM CONSULTA DO VERDADEIRO NOME (FABIO DA SILVA) NO CNJ E INFOSEG FOI DESCOBERTO UM MANDADO DE PRISÃO COM O Nº 15366-43.2010.8.26.0224.0001 EM SEU DESFAVOR. SEGUNDO FABIO DA SILVA ELE CONHECE OS AUTORES PAULO ANTÔNIO DE SOUZA E SILVA E ANTÔNIO MARCONE JUSTINO DE SOUSA DO MESMO BAIRRO EM GUARULHOS. TODOS AUTORES DISSERAM HISTÓRIAS DE COBERTURAS CONTROVÉRSIAS. POR FIM, O AUTOR ALEXANDRO DISSE QUE IRIA RECEBER CERTA QUANTIA EM DINHEIRO PELO SERVIÇO DE ACOMPANHAMENTO DE VIATURAS POLICIAIS DURANTE A EXPLOSÃO DO CAIXA ELETRÔNICO E CONHECIA APENAS UM DOS OUTROS AUTORES PELO NOME, O QUAL SE CHAMA WANDERLEY.

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Conheça a CPO

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Pages - Menu