Polícia em Portugal

Renata boa noite.
Cá em Portugal não existe a expressão policial, o homem ou a mulher, que exerce as suas funções numa forma policial, são chamados polícia, o polícia para o masculino e a polícia para o feminino.
Por que são chamados assim?  Porque diferentemente do costume de se pensar no profissional, a função de polícia só existe no efetivo cumprimento da lei e exercendo o servidor público, a função pública: polícia.
Ele não se separa da função, pois enquanto estiver na ativa ele é a própria função: polícia.
O poder e obrigação de agir faz parte da sua função, não tendo hora ou local, ele é o efetivo cumprimento da norma legal.
Ele é polícia, porque diferente das demais funções do Estado, ele só existe porque o Estado existe e nele está o poder de polícia do Estado.
Difere portanto de professor, advogado, médico, escrivão, detetive, delegado, enfermeiro, perito, datiloscopista e várias outras profissões que existem e que não são únicas como iminentemente Estado.
Assim aquele que trabalha na Polícia, independente da função ou quadro é o Polícia - se homem, ou a Polícia, se mulher.
Abraços, boa noite.

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

ESTAVA NA FRENTE DO QUARTEL OBSERVANDO A MOVIMENTAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DA CIDADE PARA REPASSAR INFORMAÇÕES A UMA QUADRILHA ESPECIALIZADA EM EXPLOSÃO DE CAIXAS ELETRÔNICOS

GUARNIÇÃO PM DURANTE PATRULHAMENTO VISUALIZOU INDIVÍDUO COM ATITUDE SUSPEITA DEITADO FINGINDO ESTAR DORMINDO PRÓXIMO A FRENTE DO QUARTEL PM....

Pesquisar este blog

Pages - Menu