*Agregar*

Nestes últimos dias, apesar da dificuldade em acompanhar as inúmeras mensagens recebidas nos grupos - e no privado, percebi embates, alguns, lamentavelmente, pessoais, que retratam aquilo que estamos assistindo no Brasil nos últimos anos: a divisão do povo, das classes, das pessoas, reflexo da ideologia dominante pós 95. Estratégia alienígena, sorrateira, covarde, devidamente articulada por grupos de interesses em implementar no Brasil aquilo que foi testado e repudiado em vários países, por deixar profundas sequelas sociais e pessoais: mortes, destruição de famílias, domínios de mentes, governos ditatoriais restringindo as liberdades de expressão, de locomoção, de propriedade etc. Querem nos governar com utópicas ideias do séc. XIX. Nós militares, sobretudo os estaduais, sabemos, pela literatura e na prática, que unidos superamos obstáculos e opositores. A força se impõe se agregada a inteligência estratégica capaz de conduzir ao resultado pretendido. Isso se aplica a qualquer ação ou operação, e independe da transitória  condição hierárquica ocupada - o poder é efêmero - e/ou do número de componentes militares envolvidos. Somos, na essência, gerenciadores de crises, capazes em dar imediata solução a quaisquer uma. Portanto, com a inteligência peculiar a todos nós seres humanos e em prol da família PM/BM, devemos superar as salutares divergências de opiniões, bem como os interesses pessoais ou de grupos - alguns impregnados pelo peleguismo, e compormos a força capaz em solidificar as duras conquistas e avançar para o atendimento das atuais necessidades corporativas, mas que repercutem nas da população ordeira.
Abraços,

*Coronel Machado*

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Pages - Menu