Pré Candidata

Pré Candidata
Deputada Estadual

Justiça obriga Pimentel a informar dados de voos fretados em 2015

Justiça obriga Pimentel a informar dados de voos fretados em 2015

Na decisão do juiz Michel Curi, governo tem até 30 dias para apresentar todas as informações solicitados pelo deputado Sargento Rodrigues

O Gabinete Militar do governador Fernando Pimentel terá que liberar os dados de todos os fretamentos feitos junto à Líder Táxi Aéreo em 2015. A sentença do juiz Michel Curi e Silva, da 1ª Vara da Fazenda Pública, obriga o governo petista a informar a data de realização do voo, o trajeto, a listagem de passageiros e o motivo da viagem, atendendo a mandado de segurança impetrado pelo deputado Sargento Rodrigues, do bloco de oposição Verdade e Coerência. As informações deverão ser prestadas ao parlamentar em até 30 dias.

Em sua decisão, assinada no dia 13 de outubro, Michel Curi afirma que “não há falar-se em perigo à segurança do Senhor Governador, mormente quando se vê que as informações pleiteadas se referem a fatos pretéritos e a rotas traçadas no ano de 2015”.  Com a sentença, o juiz derruba a tese do governo de que não daria transparência aos dados - solicitados pelo deputado via Lei de Acesso à Informação - pois se tratavam de “informações sigilosas” para garantir a segurança de Pimentel.

Em 2015, o governo Pimentel gastou R$ 850 mil em fretamento, mesmo possuindo cinco aeronaves em operação, 513,77% a mais que os R$ 138.488,55 aplicados em 2014 pela administração anterior, segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi). A farra com voos foi mantida. Em 2016, foram gastos R$1.068.066,85 e em 2017 o governo petista já gastou 876.572,08 com fretamento (dados até 07/10/2017).

“Queremos abrir a caixa preta dos voos de Pimentel. Causa muita estranheza o empenho do PT em esconder os registros de voos já realizados, que não causa nenhum risco à segurança do governador e de sua família. Essa desculpa, usada reiteradas vezes pelo governo, é inaceitável. Felizmente a Justiça fez prevalecer o princípio da transparência na administração pública”,

Além dos dados de cada voo, o Gabinete Militar deverá informar também a situação em que se encontrava cada uma das aeronaves do governo nas datas em que os fretamentos foram realizados. “Nesse caso, o objetivo é verificar se o fretamento era de fato necessário e porque não foram usadas as aeronaves próprias. Ou o governador estava burlando a legislação para usar recursos públicos para transportar familiares e amigos?”, questiona o parlamentar.

Sargento Rodrigues destaca ainda que, em dados da Operação Acrônimo da Polícia Federal ficou evidenciada a realização de encontros entre Fernando Pimentel e empresários da montadora Caoa – investigada por repasses de propina – em hangar do governo de Minas Gerais em maio de 2015, quando Pimentel já era governador do estado.

Leia a matéria da Folha de S. Paulo sobre o assunto:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/10/1927453-juiz-determina-que-mg-divulgue-voos-fretados-por-pimentel.shtml

Compartilhar:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Conheça a CPO

Siga no facebook

Siga no facebook
Clique

.

.

Seguidores

Google+ Blog da Renata

.

.

Popular Posts

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

ACADEMIA DO SISTEMA PRISIONAL PROMOVE CURSO PARA AGENTES DE SEGURANÇA

ACADEMIA DO SISTEMA PRISIONAL PROMOVE CURSO PARA AGENTES DE SEGURANÇA Vinte e dois agentes de segurança penitenciários participaram nessa ...

Pesquisar este blog

Pages - Menu